ENSINANDO NUM CRUZEIRO
continuando - Parte XII

Partes, medidas, regulagens e leitura do sextante

Partes principais do sextante:

1 - Espelho grande
2 - Espelho pequeno (que é dividido em duas partes:
vidro transparente e vidro espelhado)
3 - Filtros (o horizonte da imagem refletida)
4 - Arco (contêm o Limbo, que é a escala em graus, ou é o plano do Limbo)
5 - Trava
6 - Tambor Micrométrico
7 - Alidade (é o braço móvel)

Medida do ângulo vertical com o sextante

Por meio de um jogo de espelhos (Newton) foi montado uma maneira de medir angulos verticais .

Na figura nos mostra a maneira em que dois espelhos estão disposto. com um
Como medir ângulo vertical entre o topo do Farol e sua linha d’água:

1- Verificar se estão no zero a alidade e o tambor micrométrico.

2- Enquadrar na janela de vidro do espelho pequeno, a linha d’água do pé do Morro.

3- Apertar o grampo de trava e movimentar a alidade até o tope do farol apareça em seu campo de visão, isto é, quando ele aparecer na parte espelhada do espelho pequeno.

4- Girar o tambor micrométrico até que o tope do farol coincida com alinha d’água.

5- Ler o ângulo nas escalas do Sextante.

Como medir ângulo vertical entre o horizonte e os astros:

a) Verificar se estão no zero a alidade e o tambor micrométrico.

b) Enquadrar na janela de vidro do espelho pequeno, a linha d’água do Horizonte.

c) Apertar o grampo de trava e movimentar a alidade até que o astro apareça em seu campo de visão, isto é, quando ele aparecer na parte espelhada do espelho pequeno.

d) Girar o tambor micrométrico até que o o Astro fique sobre alinha d’água.do horizonte.

e) Ler o ângulo nas escalas do Sextante
Erros do sextante que podem ser corrigidos pelo observador

Quando o espelho grande não está perpendicular ao plano do Limbo

O espelho Grande deve ser perpendicular ao plano do Limbo.

Para testar o perpendicularismo do espelho Grande, colocar a alidade numa posição que fique na escala entre 60°- 45°

Dê uma espiada pelo espelho Grande (como figura), e verifique se a escala do arco refletido forma um dente com a Real.

A imagem refletida e a real do limbo devem aparecer numa mesma linha.

Se houver um dente o espelho grande precisa ser ajustado até que suma o dente.
Quando o espelho pequeno não está paralelo ao espelho grande

O espelho pequeno deve ser paralelo ao espelho grande.

A regulagem do espelho pequeno deve ser efetuada sempre depois da regulagem do perpendicularismo do espelho grande.

A regulagem pode ser feita de duas maneiras:

a) Pelo sol

Utilizando o sol: Coloca-se a alidade no zero e visa-se diretamente o sol.
Não esqueça de usar os filtros dos dois espelhos!

Para verificação do perpendicularismo do espelho pequeno, sobreponho a imagem do sol real com a do refletido. (figuras)

Se aparecer no espelho pequeno os dois sóis não coincidentes, é necessário regular o espelho pequeno até que eles se sobreponham.
b) Com objetos distantes

O objeto deve estar a uma distância mínima de 2 milhas.

Coloca-se a alidade no zero, visa-se o objeto distante, desloca-se um pouco o tambor milimétrico e verifica-se a superposição das imagens.

Regulando o espelho pequeno coloca-se as duas imagens em superposição. (figura)

Leitura do sextante

Partes do Sextante onde se fazem as leituras:

1- Escala do arco:
A Escala gravada no Arco é graduada em graus

2- Escala do tambor micrométrico:
A Escala gravada no Tambor micrométrico é graduada em minutos de arco.

3- Escala Vernier:
A escala gravada no Vernier é graduada em décimo de minuto

Esta figura retrata a medida que foi exemplificada acima.
Note que na escala do arco o indicador está entre 29° e 30°
Então leio os graus como 29°

Para achar os minutos recorro ao tambor micrométrico e verifico que o zero está entre o 42´e 43´
Então leio 29° 42´

Para achar os décimo de minuto recorro ao vernier e verifico qual é a linha da escala que está coincidindo com a linha escala do micrometro

Verifico que o é 5 que está coincidindo

Então a leiturafinal será ...... 29°42,5´.